Notícias

Cozinheira É Morta A Tiros Na Cidade De Fervedouro. Polícia Militar Localiza O Suspeito Morto Em Casa Na Zona Rural

Em 04/02/2016 às 15h52


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

A Polícia Militar de Fervedouro registrou dos casos violentos na noite desta quarta-feira, por volta das 21 horas. Primeiro o assassinato de uma mulher, a cozinheira Lucimar da Silva, 26 anos de idade, morta a tiros, no bairro Cidade Nova III, e em seguida a morte do suspeito do crime, Lucimar Teixeira das Graças, lavrador, 38 anos de idade.

Durante deslocamento para a DP de Muriaé a PM de Fervedouro que conduzia adolescentes por tráfico de drogas, recebeu informações dando conta de que um homem havia atirado contra uma mulher e que a mesma estava morta. De imediato os militares foram para o local e com a presença do SAMU foi constatada a morte de Lucimar da Silva, que estava caída próxima ao tanque. A Perícia Técnica foi acionada e compareceu ao local, o perito criminal, Heldino Barbosa, que constatou duas perfurações por arma de fogo na vítima, sendo uma no rosto, lado esquerdo e uma no pescoço, lado esquerdo.

A PM em contato com testemunhas, foi informada que o suspeito principal, seria um indivíduo conhecido, residente no Córrego dos Firminos, uma vez que a vítima havia terminado o namoro com ele, porém, ele não aceitava. Também foi relatado que o filho da vítima, de nove anos de idade, havia presenciado o fato e na hora do crime havia se escondido no quatro com uma irmã de seis anos. A PM foi informada que a vítima havia chegado do emprego e recebido uma ligação e minutos depois o autor entrou na residência, usando um capacete de cor vermelha e uma jaqueta preta, insistindo conversar, e como ela negou, ele sacou um revólver e efetuou os tiros.

Segundo a Polícia Militar, logo após o crime o suspeito fugiu em uma motocicleta de cor vermelha, saiu pela rua pedindo socorro. Na casa do suspeito, os militares depararam com outra cena violenta, Lucimar Teixeira das Graças, havia se suicidado. "O revólver encontrava-se caído próximo aos seus pés, com cinco munições intactas e uma deflagrada, sendo apreendido, juntamente com sete munições calibre .38, e em cima da mesa da cozinha foram encontradas duas munições e na gaveta da cômoda do quarto mais cinco munições do mesmo calibre, que foram apreendidas", relata a polícia. A moto não foi localizada.

Fonte:Jornal o Impacto 


Compartilhe: