Notícias

Brincadeira com arma termina em morte em Guaçuí

Samuel Matias da Silva chegou a ser socorrido, mas não resistiu

Em 12/10/2016 às 09h50


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Um adolescente de 15 anos morreu após ser atingido por um tiro no abdome, na manhã desta terça-feira (11) em Guaçuí, na Região do Caparaó. Samuel Matias da Silva estava com dois amigos manuseando a arma de fogo, quando o disparo aconteceu. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento.
Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 9h20, no bairro João Ferraz de Araújo, popularmente conhecido por Balança. Os militares foram acionados quando o adolescente estava no Pronto Atendimento do município.
Um dos amigos da vítima, de 16 anos, acompanhou o adolescente até a unidade. Ele disse que estava em sua casa com Samuel e com Leandro Pablo da Silva, de 18 anos, manuseando a arma.
Publicidade

Em determinado momento, em que Leandro estava com o revólver, a arma foi disparada e atingiu Samuel. Leandro Pablo da Silva saiu correndo do local, mas foi detido nas proximidades do município de Divino de São Lourenço e encaminhado para a Delegacia de Guaçuí.
Leandro Pablo da Silva afirmou, em depoimento, que o tiro foi acidental. A perícia técnica foi acionada para analisar se o disparo aconteceu de forma acidental ou não.

O jovem contou ainda que, após o tiro, ligou para a mãe, que mora em Divino de São Lourenço, que o mandou ir para lá. Ele foi autuado por homicídio e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro.
O corpo de Samuel Matias da Silva foi encaminhado para o Serviço Médico Legal de Cachoeiro. A arma do crime, um revólver calibre 32, que ficou nas proximidades do local do disparo, foi entregue à Polícia Civil. Nesta manhã, apenas os dois adolescentes prestaram depoimento.

O caso continua sendo investigado, porém, mais detalhes não foram divulgados para não atrapalhar as investigações.

Compartilhe: